domingo, 31 de janeiro de 2010

The fray

João do vale não vale.
O amor de Maria que cale.
Maria que sempre reclama.
João que sempre clama.
Maria impõe, João se cansa.
Maria vê coisas, João não enxerga.
Maria entende de novela, João não gosta de teatro.
O pensamento de joão não sonha.
A verdade de João não pode.
A sáliva de Maria que trai.
O sorriso de João que murcha.
E ele enganado, coitado! Não sabe;
que Maria também não vale.

10 comentários:

Ágatha Alves disse...

Nossa que legal o textinho
gostie de verdade flor

beijão

Barbara disse...

Gostei, menina!
Diferente.

Lua disse...

Achei bem legal!
E The Fray é ótimo :D

julia disse...

aaah, adorei o jogo de palavras.
E a música também, haha. Beijos!

Priscila Mondschein disse...

Lindo poema!
São tantos joões e marias como esses dois... :)
Beijos!

Deni Maciel disse...

então eles se merecem.*-*

ahaaa.vo fazer outra promoção mais modesta e justa se vai v kkkkkk
aqui em são paulo o ET morreu =/
a chuva não perdoa.
e a coisa tá mais feia que o cruzamento do carlitos tevez com a regina casé..
affi maria...
abraços e até mais V

disse...

Aha, que bom de ler em voz alta. Adorei
O menina, porque andou sumida assim? u_u
huuuuuuum, aiai. u_u
senti falta. kkk
sua loucaaa :D

é,tirei a playlist tava dando uns ''tiutes'' loucos.

Sandra Timm™ disse...

Muito bom!!!!

Beijo

Beatrix disse...

''E ele enganado, coitado! Não sabe;
que Maria também não vale. ''

otimo jogo de palavras ..=]]]

Babih Xavier disse...

E a gente sempre tem medo de alguém nos levar pro mal caminho... mas quem garante que nós naum somos o mal caminho???
Joãos e Marias estão ao nosso redor ahuahuahu