sábado, 24 de janeiro de 2009

“Muita convenção pra pouca migalha”

Naturalmente somos levados a acreditar numa série de convenções e detalhes.
Somos impulsionados a reações e ações por todos os minutos de nossas vidas.
As verdades e mentiras que nutrimos, sentimentos (bons ou ruins), constrem nossa personalidade, e assim nos mantemos tecnologicamente conectados a um mundo onde somos politicamente controlados.
Nossos passos não estão atrasados, na verdade, estamos mais a frente do que devíamos.
Desafiamos regras, fomos além dos limites.
Mas a terra é boa há de vingar toda sua dor.
E a vida que antes era repleta de cores e sons, está cada vez mais cinza e muda!

"A árvore aonde dá? Se você a cortar, nunca saberá".

Um comentário:

Alisson disse...

"Boa em tudo que faz, imagine se ela fosse incomenda, é um dilema"