segunda-feira, 11 de abril de 2011

A different kind

Eu nunca escrevi nada GRANDE, eu prefiro conseguir coisas GRANDES.
Eu nunca escrevi sobre algo em mais de 30 linhas, (exceto redação de vestibular).
Meus textos são sucintos e eu nunca senti algo grandioso, nem diferente.
Não que minha vida seja alguma espécie de anormalidade.
É que eu tenho os pés no chão, eu sei do que o amor é feito, e sei senti-lo sem exagero.
Eu sou extremista, apenas no caso de valer uma vida.
Sou fatalista porquê sou previsível demais.
Você olha pra mim e espera as minhas atitudes, elas correspondem você.
Eu não sou de contrariar, nem é falta de personalidade.
Se você soubesse o quanto de personalidade é preciso ter para se descrever...
Eu não posso dizer que serei assim para sempre, afinal, ainda acredito em mistérios e nas surpresas que ele reserva. Sim, gosto de surpresas, das previstas por mim, claro.

Eu sou do tipo que espera coisas grandes, sem esperanças de que realmente venham acontecer.

5 comentários:

SRed disse...

Olá, costumo frequentar o seu blog e gosto do que leio por aqui. O estranho e novo de hoje é que o que você escreveu tem mais a ver comigo do que eu imaginava.

Hoje mesmo criei um blog que vai falar um pouco da minha vida em detalhes, logo nem vai ser tão pouco assim.

Conheci o teu blog por indicação de um amigo que te conhece bem. E nunca mais parei de vir aqui. Dou risada e as vezes me emociono com o que encontro nessas linhas.

Continuo passando por aqui e como disse que gosta de mistérios e de surpresas, deixo mais uma no ar. Vai tentar descobrir? Pelo que me falam você não é de desistir.

Atenciosamente, SRed!

Juliete Souza disse...

Oi!
Adorei o texto.
Às vezes as pessoas não entendem, mas não esperar as coisas acontecerem, simplesmente sentir, não eperar para corresponder, enfim, certas coisas valem mais que mil palavras. E apenas algumas pessoas sim, sabem aproveitar as mudanças que lhe vêm.

Flanders disse...

eu também sou beem extremista. Mas queira mudar sim; mudar significa crescer e pá. Sempre fico feliz quando não sou a mesma de ontem.

Mas por que o Idesktop não funcionará para ti? :( Minha internet tá um cocô,e poxa, está servindo viu :')
beeijo.

ticoético disse...

Acho que,pela primeira vez na vida achei alguém pessimista-otimista,é estranho mas ainda sim,bonito.
Vou aproveitar pra responder às perguntas que me fez:
Apesar de achar que a vida é esporádica,o motivo do grande espaço de tempo entre as postagens é que E.C. é um blog semanal.Sobre redes sociais,eu me desliguei de todas,uso ultimamente o msn,me manda um email q'eu te adiciono,enfim,obrigado por sua presença e cobrança,é bela.

abraço do Cabeludo !

Guedes, disse...

kkkkkkk
não queria rir!
mas este texto aqui em cima... "iai qual vai ser? vai chupar ou vai lamber?" me tirou do estado de inércia, agora sim eu acordei! kkkkkk

mas eu vim para comentar o post acima, não essas duas frases ai! kkk


pessoas que tem o seu perfil não sofrem tanto, são pessoas seguras, pois vivem de acordo com a realidade dos fatos. Eu queria ser assim, mas às vezes deixo o exagero, o extremismo se sobressair... e isso não é legal.
essa frase aqui fechou com chave de ouro: "Eu sou do tipo que espera coisas grandes, sem esperanças de que realmente venham acontecer."
E essa é a melhor forma de encarar as coisa.
já aquelas pessoas que vivem esperando coisas grandes na condição de que elas DEVEM acontecer, muitas vezes acabam se frustrando, pois vivem além do que é real, do que é presente de fato.
gostei do seu espaço ^^
to seguindo aqui tb.
olha só como eu cheguei aqui, o SRed comentou no meu blog, dai eu fui visitá-lo, foi ai que eu vi um link que dava acesso ao teu blog (que me chamou atenção pelo título) rsrs
enfim, to aqui... quando quiser visita-me, serás sempre bem-vinda
forte abraço