terça-feira, 9 de junho de 2009

Homens viciantes.

Andando pela rua e sentindo o cheiro matinal. Vendo o vento em todas as suas cores.

Participando do caos do trânsito, sem perceber em quão vagarosamente era o ritmo pra chegar ao meu destino.

Passando entre as pessoas, devagar como nunca. Pensei em todas as possibilidades possíveis de meu dia ser perfeito.

Quando chego, enfim, toda minha memória foi apagada, minhas pernas não seguiam mais o ritmo diferente, elas se embaraçam e o nó entre elas não seria desfeito tão cedo.

Ooooohh sim. Era um homem bonito. Um homem faceiro. Um homem atlético apesar de toda moralmente visão de gelo. Não atlético de músculo, atlético de porte, atlético de alma.

Daqueles que não precisa você sentir o perfume pra se atrair. Dos que desfilam, sem dar pinta.

Das mãos lindas, com todos os dedos frementes equilibrados em todos os movimentos freneticamente combinados.

Daqueles que parecem estar imersos a tudo.

Aquele homem bonito tem o dom de estar bem e de deixar qualquer uma desconcertada.

Com o jeito em que senta, e tudo perfeitamente ordenado, nada podia dar errado.

Com aquela visão, tudo era melhor do que parecia, esse homem bonito não é o que eu quero pra mim. Mas é sempre bom ver homens bonitos que viciam. Pena que eles também são viciados.

7 comentários:

Bel disse...

KSPAKSPAKPSKAS
adoorei o post!
assim como vc, já vim completa de fábrica: não preciso de nada para ficar 'doidona', já sou assim naturalmente! deve ser a alma bahiana, não é?

disse...

Não sou baiana, não tenho 17 aninhos, mas sempre fui do jeito que vc se descreveu: PRONTA PRO QUE DER E VIER!!! Agradeço a visitinha e a postagem carinhosa... Obrigada e volte, será sempre benvinda!!!
Bjsssss

Thiago Laurent. disse...

omg Juliana, muito obrigado pela visita e pela opinião... realmente o que você PODE acontecer... mas tipo, uma coisa é você ser notado por UMA garota e outra coisa é ser notado pela escola inteira, isso é beeeem chato, já que sou bem tímido, rs

:*

CooKie disse...

vicios e vicios...
adorei!

Luh* disse...

Adorei o post querida!!!!
sorte nu blog!

beijos

Tatá disse...

Eu fico fascinada com seus textos.

Mesmo :P

Priscila Mondschein disse...

Que texto forte!
Chocante e muito bonito!