sexta-feira, 2 de julho de 2010

Últimos passos

Nos abraçamos e suas mãos brotaram em minha cintura.
Senti o respirar dele pela boca que ia de encontro com a minha passando pelo meu pescoço.
Era inevitável a atração, meu coração palpitava e quase saia pela boca.
Ele brincou com nossos narizes, os esfregando e sorrindo ao mesmo tempo com sensação de desejo realizado, me levou pra seu carro e disse que me levaria em casa.Convidei pra subir e ele aceitou..
Assim que fechei a porta com um relance ele me agarrou e começou a me seduzir com tamanha proeza que na hora, fiquei totalmente inconciente.
Lambia minha orelha e ofegava meu pescoço, chupava meus lábios e acariciava meu corpo, cada toque era uma descoberta, minha e dele. Tirava minha roupa com as mãos, boca e pensamento.
A vontade de fogo, já nos consumia e nos queimava por inteiro.No vai e vem dos meus quadris, docemente ele apertava os travesseiros e puxava meu cabelo com uma certa delicadeza.
Entre gemidos e sussuros passamos a madrugada, experimentando o amor.
Por fim caimos no sono.. Quando acordei não o vi  do meu lado...
Pensei ter vivido um sonho, e é quando vou para cozinha me arrastando entre as paredes, incerta de estar vivendo alucinações, me deparei com ele de pé, forte e semi nú.
Me olhou, sorriu, contornou minha cintura, e não fomos a lugar algum!

7 comentários:

Dani Brito disse...

Que post mais cheio de sentimentos e desejos!
Adorei, Ju!

Déia disse...

uiii que delícia...
qta vontade...

adorei!

bj

- maria elis disse...

u-au.! 'o'

beijas jujuba :*

Ana Áurea disse...

hahaha que texto quente, vou seguir :}

Priscila Mondschein disse...

Lindo texto, dá pra sentir as sensações!!!
Beijo

Thiara Ribeiro disse...

Queeente! ^^

;*

legalmente loira... disse...

que delicia de sensações....

Beijo e bom fim de semana.
até segunda-feira...