quarta-feira, 1 de julho de 2009

A disputa.

Numa paisagem maravilhosa, daquelas que se esconde em lugares inesperados, acontece um abraço aconchegante entre ex-namorados, nomeados por, Gabriel e Natasha, o casal é interrompido por um som de desapontamento... E Natasha reclama...

N - Marcelo?
M - Qual a surpresa?

N- Não entendo o que você ta fazendo aqui...

M- Eu vim pedir desculpas, e implorar pra que me aceite, não que eu tenha desistido de lutar por você, mas é que eu não agüentava esse cara em cima de você o tempo todo.

G- Ei cara, eu simplesmente lutei pelo que eu quis.

M- Não man, você perdeu, você traiu a confiança dela, e perdeu todo o tempo que ela ficou sozinha esperando suas desculpas, agora que viu que tava perdendo ta pagando de apaixonado.

N- Calem-se! Eu não vou ficar com nenhum dos dois. Vocês sempre discutem, brigam, e no fim eu fico aqui sozinha, se vocês querem saber... Eu to bem feliz, sozinha, e se for pra ficar com alguém não será com nenhum dos dois...

Gabriel vai embora chocado com a declaração que ela fez. E Mateus pronuncia seu arrependimento...

M- Que tolo eu fui! Eu nunca deveria ter vindo atrás de você, eu achando que você estava sofrendo porque eu te abandonei, eu achando que você gostava de mim.

N- Você só esqueceu que eu não sofro.

M- Esqueci que você é de ferro.

N- Hai! Eu não sou “mulher de ferro”, é que eu não consigo evitar minha acidez, eu não perdi nada aqui, não tem porque chorar, tudo vai vem, e se não vier, tô satisfeita comigo mesma, daqui da minha varanda eu fico muito bem e não deixarei de ser... Quase fatal.

7 comentários:

Lari. disse...

Ah, que inveja dessa acidez. Eu sofro sim, às vezes, mais do que gostaria...
;)

Karen disse...

Papo de ex namorado? Ai Ai. Ai ai!
hahahaha

O Profeta disse...

Uma paixão desapaixonada
Uma razão desencontrada
Uma palavra vazia de sentido
Uma inquietação gerada do nada

A calmaria é o fim da tempestade
Ou será o princípio da tormenta?!
As velas recolhem o vento
Minha alma acolhe o que o coração inventa


Boa semana



Doce beijo

Gabriela disse...

Eu queria ser um pouco assim! Mas poxa, não seja tão radical tb!!bjos

Priscila Mondschein disse...

Ahhh como eu queria ser uma mulher fatal... rs
Beijos

DANIZINHA disse...

tão pouco homem e a natacha dispensando 2 duma só vez!!!
...rs
beijos
obrigada pelo comentário de estréia no meu blog :)

Juliana Mendes disse...

Gente, gostaria de ser muito clara...
Não sou eu a MENINA...
é só uma história boba...!
(;